segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Cd Mestre Deputado e Mestre Onça Negra - Grupo Capoeira Bimba Meu Mestre



Axé camaradas,
para fechar as postagens desse mês venho postar o cd do Grupo Capoeira Bimba Meu Mestre de autoria do Mestre Deputado e do Mestre Onça Negra.


Pesquisando na internet sobre esses mestre descobri algumas informações. Ambos são formando do Grande Mestre Bimba. Mestre Deputado foi formado na Bahia enquanto Mestre Onça Negra foi formado em Goiás.

Confesso que não sabia que Mestre Bimba tinha chegado a forma alunos em Goiás.

Sobre a história desses mestres, só achei informações relevantes do Mestre Deputado.

Mestre Deputado

Walce Souza, mestre Deputado, começou na Capoeira com mestre Osvaldo de Souza, depois prosseguiu com Mestre Bimba. Sua vinculação foi intensa, desde o começo, tornando-se um grande propagador da arte da Capoeira por todo o Brasil, principalmente em Goiás e Mato Grosso. É autor de vários livros sobre a Capoeira. O apelido, ganhou de Mestre Bimba, pelo fato de ter sempre muitos amigos e conhecidos. "Só sendo deputado para conhecer tanta gente...", teria dito o Mestre. E ficou o apelido.
Fonte: www.capoeiradobrasil.com.br

Da esq para dir: Mestre Cuenca, Mestre Luizinho, Mestre Onça Negra e Mestre Deputado.

Neste vídeo tem os dois Mestre em ação, no primeiro jogo tem o Mestre Deputado e no segundo e terceiro o Mestre Onça Negra.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Grão Mestre Dunga



Axé camaradas, hoje venho postar o cd do Grão Mestre Dunga.

Naveguei na internet em busca de informações sobre esse Grão Mestre, mas não consegui informações relevantes, não consegui nem ao menos descobri de que grupo de capoeira ele faz parte. No seu site oficial, só consta que ele é grão mestre e que eles são uma empresa que trabalha difundindo a capoeira pelo mundo a fora.
Chega de papo e vamos ao cd.


segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Mestre Traira



Axé camaradas, com muito prazer vou disponibilizar o cd de um dos grandes mestres que a capoeira já teve, Mestre Traira.



Mestre Traira no berimbau


Infelizmente, não consegui encontrar muita coisa sobre esse Mestre. Mais triste ainda é o fato esse mestre não ser uma exceção. Normalmente encontramos poucas coisas sobre o Mestre antigos. Geralmente só falam de Mestre Bimba e Pastinha, deixando de lado outros mestre importantes. Como de praxe vou postar o pouco que achei, apenas um breve histórico.

Mestre Traira

"
José Ramos Do Nascimento, Capoeira de fama na Bahia, marcou época e ganhou notabilidade ímpar na arte das Rasteiras e Cabeçadas. Nodisco fonográfico, produzido pela Editora Xauã, intitulado "Capoeira" - hoje uma das raridades mais preciosas para os estudiosos e adeptos desta Arte - tem presença marcante envolvendo a todos os ouvites. Sobre a beleza e periculosidade do seu jogo, assim se referiu Jorge Amado: "Traíra, um cabloco seco e de pouco falar, feito de músculos, grande mestre de capoeira. Vê-lo brincar é um verdadeiro prazer estético. Parece bailarino e só mesmo Pastinha pode competir com ele na beleza dos movimentos, na agilidade, na rigidez dos golpes. Quando Traíra não se encontra na Escola de Waldemar, está ali por perto, na Escola de Sete Molas, também na Liberdade". Mestre Traíra também teve importante participação no filme "Vadiação", de Alexandre Robatto Filho, produzido em 1954, junto aos outros grandes capoeiristas baianos como Curió, Nagé, Bimba, Waldemar, Caiçara, Crispim e outros."



segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Especial Mestre Toni Vargas



Axé camaradas,
hoje decide postar todos o meus cds de um dos que julgo maiores cantores da capoeira contemporânea, Mestre Toni Vargas do Grupo Senzala.



Como de praxe pesquisei na internet e felizmente achei a história deste grande Mestre no seu próprio site. Então vamos lá.

Mestre Toni Vargas
"Morei no Engenho de Dentro, subúrbio do Rio. Lá, eu tinha um grupo de amigos muito especiais: nós éramos mais que amigos, éramos irmãos de capoeira e de farra nas rodas da vida. Ali, eu vivi meus encontros mais espontâneos com a capoeira, o lado moleque, a vadiação, o treino na terra, sem mestre, sem nada. O prazer de cantar e tocar berimbau à vontade (naquela época para tocar em uma roda tinha que ser bamba), o prazer de descobrir na capoeira uma saída para a nossa pobreza, para os conflitos da adolescência, para inaugurar um estilo de viver. Meus amigos eram negros e eu também. Eu era “Black Power”. Minha dança era negra, minhas namoradas eram negras e o que eu mais amava - a capoeira - era negra.
Entrei na capoeira aos 10 anos, com Mestre Rony, do Grupo Palmares de Capoeira, em um bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Foi a chance da minha vida. Infelizmente, ele já se foi. E seu final foi de miséria, loucura e dor como, aliás, o de muitos que ajudaram a capoeira e não puderam ter um final digno. Creio que seja responsabilidade de todos os capoeiristas lutarmos para que, hoje em dia, isso não mais aconteça.
Nos meados dos anos 70, passei a praticar capoeira no bairro da Penha, subúrbio do Rio de Janeiro, com Mestre Touro - Grupo Corda Bamba. Ele foi meu segundo mestre. No grupo Corda Bamba, eu tive a oportunidade de conhecer grandes mestres. E, certamente, beber o axé de Mestre Touro, foi fundamental na minha história de capoeira.
Com o mestre Leopoldina eu não tive a honra de treinar, mas considero-me um pouco seu aluno. O mestre é daqueles que, parado ao seu lado, já está te ensinando. Eu, sempre que posso, fico ali “aprendendo de estar do lado”. Aliás, antigamente era assim, não havia um ensino sistemático da capoeira, não havia métodos e nem didáticas. Era seguir o mestre, ficar atento, e procurar transformar aquilo em alguma coisa sua. O mestre Leopoldina quando canta, toca ou joga, ensina. Quando conta suas incríveis histórias, ensina. Quando sorri ou nos recebe em sua casa, ensina. Enfim, o mestre não precisa dar aulas para ensinar: ele é o próprio ensinamento."



quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Mais Abadá - Jogos Mundiais



Axé camaradas,
mais um vez venho postar cd's do grupo de capoeira que EU julgo ser o melhor de todos, o Abadá Capoeira.
Anteriormente eu postei um cd dos jogos mundiais de 2005. Vasculhando meu acervo encontrei um outro cd dos jogos mundiais abadá, mas esse eu não sei quando foi realizado. De qualquer forma resolvi disponibilizar aqui no blog. Juntamente com esse cd, postarei também o áudio de uma entrevista com o Mestre Camisa realizada pela Rádio Viva Rio .