quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Grupo Cordão de Ouro vol.4






Axé camaradas,
desculpe a demora para postar os cd's, infelizmente ainda não resolvi o problema da internet. Bem hoje vou postar O vol.4 do Grupo Cordão de Ouro. Este cd foi enviado por um de nossos leitores, Maicon. Valeu Maincon!!!

Para não perder o costume, vamos falar um pouco sobre a história do grupo.



Cordão de Ouro

"A ASSOCIAÇÃO DE CAPOEIRA CORDÃO DE OURO foi fundada pelo Mestre Suassuna na década de 60, mais exatamente em 1º de Setembro de 1967, juntamente com Mestre Brasília, numa época de grandes festivais da música popular brasileira. Ao ouvir o refrão da música acima em uma rádio, os dois, já com a idéia de abrir uma academia, decidem usar o nome CORDÃO DE OURO, por se tratar de Besouro Cordão de Ouro, um capoeirista anterior à divisão Angola e Regional. Mestre Suassuna ensinaria Capoeira Regional e Mestre Brasília Capoeira Angola dentro do mesmo espaço. Após um curto período, Mestre Brasília decidiu fundar seu próprio grupo, São Bento Grande.

Nasce Associação Cordão de Ouro -Av. Angélica em um prédio em demolição até chegarem na Rua das Palmeiras, 104

Nesta época difícil para a capoeira, quando a perseguição da ditadura e o preconceito impedia seu desenvolvimento no sul do país, Mestre Suassuna, baiano de Itabuna, recém chegado a São Paulo, continuou o trabalho e se apresentava insistentemente, mostrando as técnicas do jogo e luta, abrindo a primeira academia na capital paulista.

Com intenso trabalho, não demorou muito a ter seus primeiros bambas, tais como Lobão, Esdras Filho, Tarzan, Belisco, Almir das Areias, Caio, e tantos outros.

Abrigava capoeiristas do norte e nordeste que aqui chegavam, com o intuito de melhor difundir a arte da capoeira, fazendo de sua academia a referência para a formação de uma grande safra de novos mestres em solo paulista. A CAPOEIRA CORDÃO DE OURO foi berço de muitos nomes de destaque. Além dos já citados, vieram os Mestres Flávio Tucano, Biriba, Dal, Marcelo Caveirinha, Urubú Malandro, Espirro Mirim, Xavier, Lúcifer, Torinho, Pial, Cangurú, Sarará, Zé Antônio, Ponciano, Bolinha, Geraldinho, sem se esquecer também de Mestre Cícero, Mestre Zé Carlos e Mestre Penteado, aque apesar de serem alunos netos possuem um valor inestimável para Mestre Suassuna e o Grupo Cordão de Ouro, entre tantos que completariam uma lista imensa.

Sempre irrequieto Mestre Suassuna nunca se acomodou, mantendo seu trabalho continuamente reciclado, criando após anos, o Jogo do Miudinho. Uma nova equipe de capoeiristas enriqueceria o seu acervo de contra mestre: Boca Rica, Habibs, Mintirinha, Kibe, Denis, Saroba, Coruja, Chicote, Chiclete, Kino, Pintado, Lú Pimenta, Barata, Muriel, Esquilo, Romualdo e outros mais, regentes de um jogo novo e rico em movimentos plásticos, mais conhecidos como a geração miudinho.

Hoje, com inúmeras filiais no Brasil e no exterior, o GRUPO CORDÃO DE OURO

Esse esforço tem sido compensado pela dedicação dos capoeiristas que seguem a filosofia do grupo. tem papel de destaque entre todos os grupos de capoeira, não só pelo que representa o Mestre Suassuna para o esporte e para a cultura, mas também pelo esforço empreendido por ele e seus adeptos. A fim de manter a capoeira num nível altamente técnico, interagindo velocidade, agilidade, elasticidade, criatividade, música e malícia, sem esquecer suas raízes."

10 comentários:

  1. Olá, tudo bom?

    Sou novo no blog, e desde já agradeço a sua colaboração para com a Capoeira.
    É de extrema importância para a Capoeira sua divulgação e você tem feito com primor. Parabéns!


    Gostaria de lhe sugerir o seguinte: ao invés de hospedar os videos/cds pelo rapidshae, use o 4shared, lá não tem limite de downloads, como também, não tem prazo de validade.

    ResponderExcluir
  2. Aproveitando o embalo, teria como "re-postarem" alguns topicos antigos? Tais como o post do finado Mestre Ezequiel do Grupo Luanda de Capoeira.

    Devido o fato de ter sido hospedado pelo RAPIDSHARE não tem como se fazer o download atualmente, por isso sugeri o 4shared.com no "reply" retro.

    Valeu.

    ResponderExcluir
  3. Caro Saulo, entendo os motivo pelos qual você pede a mudança. Reconheço que o Rapidshare não é o melhor, no entanto eu já upei muita coisa, muito mesmo. E caso, eu mude vou ter que continuar pagando a conta premium do rapidshare, para que meus arquivos não sejam deletados. Upar no Rapidshare é a única maneira que tenho para evitar o pagamento, já que às vezes consigo pontos suficientes para trocar por renovações. Espero que você entenda.

    ResponderExcluir
  4. De fato com o Rapidshare fica mais demorado. Já que podemos baixar apenas um arquivo por vez.

    Poderias colocar os arquivos para download direto do blog. Com uma leitura rápida, nesse link, conseguirás resolver esse problema.

    http://www.google.com/support/forum/p/blogger/thread?tid=441def034b42f7fa&hl=pt-BR

    ResponderExcluir
  5. Que Deus em Jesus Cristo vos abençõe, sou evangélico, sirvo à Deus e ora para que cada capoeirista assim como eu conheçam quem é Jesus cristo de verdade.( João 8:32 )

    ResponderExcluir
  6. eu amo a capoeira de coração e acho mais que bonito

    ResponderExcluir
  7. Se tratando de religião Deus é relativo meu amigo PASTOR...mas porem ele é UNICO...
    Apenas respeite TUDO e TODOS...
    Fui UMBANDA e respeito muiito as religióes AFROs...
    E é o q a gente aprende na CAPU...HUMILDADE!e Humildade, parceiro!

    Em relação ao RAPID ou 4 SHARED....Faz uma força pra baixar....
    Os guerreiros querem tudo na boka?
    Nao era assim na epoca dos quilombos...
    Na volta que o mundo deu...
    AXé, Jah bless!

    ResponderExcluir
  8. Salve camaradas. Esta conversa de religião é muito complexa, para dialogar sobre ela, o capoeira tem que se desprender de sua fé e entranhar na história. Agora lembrem-se, antes de quererem evangelizar a capoeira, (como muito tem se tentado, por aí) ela é um instrumento de resistência, de liberdade. No período em que ela vai se desenvolvendo, o negro está totalmente ligado às suas origens africanas, principalmente, sua fé. E não era a fé dos padres que abençoavam a escravidão, o tráfico negreiro. Era a fé pura principalmente do candomblé, que nutria a força do negro. Se no passado os capoeiras tinham que desprezar esta ligação, para a conquista do espaço da capoeira, atualmente temos leis que garantem sua inserção, principalmente nas escolas, temos principalmente o Estatuto da igualdade racial. Devemos lutar pela capoeira em sua totalidade. Professor Skada (Capoeira e Educação Física) Geração Brasil Capoeira - PR

    ResponderExcluir
  9. sou thamires irmã de gabriel que éra da i cordão de ouro.agora nos somos de miage liberdade dos negros

    ResponderExcluir
  10. ola parabens pelo trabalho sou fã de vcs doros todas as musicas continuem assim.

    ResponderExcluir